Afinal a vida foi,é...e será sempre um desafio na sequência sólida de percorrer caminhos que se ajustem à reflexão equilibrada e tolerante, onde os projetos nunca acabem, e se definam cada vez mais naquilo que queremos ser, e não no que os outros querem que nós sejamos...
Perceber que refletir e concluir são atos que não podem estar confinados apenas ao reflexo daquilo que experimentamos sozinhos, ou obcecadamente vemos nos outros,caindo assim na tentação de criar verdades absolutas agarradas a pressupostos com falta de equilíbrio identificativo da nossa própria vontade...
Não podemos nem devemos querer para os outros aquilo que foram momentos nossos,e ajustados apenas e só para nós próprios...
Fazer crescer é educar e tentar ser amigo,é procurar limar com valores acrescentados os passos próprios de uma imaturidade pela qual quando jovens naturalmente passamos,e ou se está bem atento,ou então ficamos apenas por nossa conta,e isso pode ser muito perigoso...
Sinto sinceramente que os "meus" me olham com a admiração de quem foi livre de escolher o seu próprio caminho,com responsabilidade e dispensando cópias comportamentais,mas entendendo que a partir de uma "base experimentada" também podemos ramificar genuinamente o nosso próprio"eu"...
Só se vive uma vez,e tirar originalidade a um ser,é limitar as emoções que estavam reservadas para cada um,e isso eu penso que não é justo...

Custódio Cruz

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Sérgio e Paulo Grilo...dois irmãos e dois talentos...à solta no Futebol Português...


Foram ambos meus jogadores...e ambos eram dois atletas exemplares no comportamento dentro e fora do terreno de jogo...
Só por isso...não me surpreende nada que estes dois "manos figueirenses" continuem a espalhar os seus perfumes de qualidade pelos campos de futebol do meu país...
O Sérgio jogou nas minhas equipas ao lado do Hugo Almeida...e só para se ficar com uma ideia do seu valor...afirmo eu sem qualquer rodeio e toda a convicção...de que não era nada inferior a este seu colega de equipa...e mais...acredito sinceramente que ainda hoje não o é...
Bem sei que a evidência subjectiva desta minha afirmação...está sempre subjacente ás diferenças de estilos e atributos de um e de outro...no entanto penso...que se o Hugo Almeida merece tudo quanto obteve tão meritóriamente até hoje no futebol...não deixo também de valorizar todo um trajecto feito de luta e qualidade do Sérgio Grilo...ao qual na minha óptica só tem faltado o brilho de um "momento mágico" tantas vezes proporcionado por uma aposta até vinda do nada...e muitas vezes também caída do céu...
É verdade...também é preciso ter sorte no futebol(assim como na vida...)e aos tantos golos já marcados pelo Grilo ao longo da sua carreira em Portugal e no Estrangeiro...merecia de certo que os holofotes da fama dessem mais notoriedade a alguém que para além de ser um goleador...é essencialmente um jogador de equipa...com um poder de recuperação de bolas impressionante...no fundo aquilo que qualquer treinador gosta de ter...um jogador equilibrado nas acções defensivas e ofensivas...
Comparo o Hugo ao Grilo...mas só o faço como forma de ajuda sintética à definição de um grande jogador e de um grande homem...como o é sem dúvida o Sérgio Grilo...e tenho a certeza que o Hugo fica muito contente por poder neste meu texto...ser a muleta que eu precisei para evidenciar uma verdade que ele próprio reconhece sem problemas...
Grilo por Grilo...soube á pouco tempo que o "puto grilito..." que representa a Académica de Coimbra...está em franca ascensão na sua carreira...com a convocatória para a selecção Nacional há dias...tem assim de certo a redobrada atenção de Jorge Costa na equipa das capas negras...
Miúdo agressivo,talentoso e disciplinado tacticamente...afinal a confirmação numa sequência de um trajecto previsível...e que espero tenha a tal pontinha de sorte que sempre como já o referi é preciso ter... e também saber merecer...
Sei que de saber não lhe vai faltar...quanto ao resto...olha miúdo expõe-te e sê feliz a fazer aquilo que sempre foi a tua paixão...
Dois Grilos que cantam e encantam no "Futebol Português"...e que me dão um orgulho não só por ter sido seu treinador...mas acima de tudo porque estão ao nível daquilo que a nossa Naval 1º de Maio infelizmente não consegue traduzir no seu plantel profissional...enquanto reflexo natural do seu bom trabalho no Futebol Juvenil do clube figueirense...
Afinal andam cegos ou Zarolhos?...