Afinal a vida foi,é...e será sempre um desafio na sequência sólida de percorrer caminhos que se ajustem à reflexão equilibrada e tolerante, onde os projetos nunca acabem, e se definam cada vez mais naquilo que queremos ser, e não no que os outros querem que nós sejamos...
Perceber que refletir e concluir são atos que não podem estar confinados apenas ao reflexo daquilo que experimentamos sozinhos, ou obcecadamente vemos nos outros,caindo assim na tentação de criar verdades absolutas agarradas a pressupostos com falta de equilíbrio identificativo da nossa própria vontade...
Não podemos nem devemos querer para os outros aquilo que foram momentos nossos,e ajustados apenas e só para nós próprios...
Fazer crescer é educar e tentar ser amigo,é procurar limar com valores acrescentados os passos próprios de uma imaturidade pela qual quando jovens naturalmente passamos,e ou se está bem atento,ou então ficamos apenas por nossa conta,e isso pode ser muito perigoso...
Sinto sinceramente que os "meus" me olham com a admiração de quem foi livre de escolher o seu próprio caminho,com responsabilidade e dispensando cópias comportamentais,mas entendendo que a partir de uma "base experimentada" também podemos ramificar genuinamente o nosso próprio"eu"...
Só se vive uma vez,e tirar originalidade a um ser,é limitar as emoções que estavam reservadas para cada um,e isso eu penso que não é justo...

Custódio Cruz

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Despropositado e de "metralhadora em punho",dispara contra quem corre dentro das quatro linhas...




Ainda tens a Taça de Portugal como hipótese de conquista,ainda há a segunda mão da Liga Europa para tentar passar,e com a derrota do Porto em Belém,até o Jesus ressuscitou para um difícil,mas ainda possível sonho no Campeonato,e vai daí,agarras na "metralhadora",e desatas a disparar contra quem corre dentro das quatro linhas?
De seguida,anuncias que o Jorge é para continuar?
Olha,sabias que ele agora (e naturalmente...)está do lado dos jogadores?
Lembras-te do que o Presidente do Braga disse,apesar de endiabrado,sobre o facto de Jesus não conseguir "impor as orações" no nosso SPORTING ?
Pois foi,ainda que enraivecido como refiro,com as afrontas que criaste antes da deslocação a Braga,coloca-te as culpas plenas nessa e em outras derrotas...
É verdade,ó Bruno,reparas-te na postura afável do Jorgito para com os adeptos minhotos,e isto,quando lhe chamavam nomes a torto e a direito?
Já esqueces-te,a guerra que arranjas-te no final da época passada com os capitães de equipa,ou seja,aquela a que depois lhe tentas-te dar uma saída airosa,mas onde com o tempo,se tornou indisfarçável,e foi até bem revelada com "o estalo" que o Adrien te deu recentemente ?
Na tua primeira experiencia como "President",fizeste "o óbvio dos leigos do Futebol",mandando o Marco Silva para a rua,por perder o campeonato,mesmo que fechando a época com uma vitória na Taça de Portugal,e na insegurança do teu ato,agora,e fugindo ao instinto repetitivo, garantes a continuidade do JJ,e tudo para dar luz à quarta tentativa...
Sim,LUZ...foi aí que o homem se notabilizou,e em praticamente mais lado nenhum,e pronto,como sou um verdadeiro democrata,e assim,foste eleito maioritariamente como o Líder mor, tudo farei por acreditar,que para o ano é que é,nem que seja fundamentado na bela filosofia de que,com um clube da dimensão do SPORTING,tantas vezes se vai à fonte,que em alguma delas o caneco trará a água que nos matará a sede...
Ó Bruno,sabes o que é gestão humana?
Percebes alguma coisa de futebol,para além de teres alguma noção do que é preciso para meter a redondinha na baliza e fazer golo ?
Peço desculpa,aos meus amigos de paixão verde e branca por este desabafo contra quem gere os nossos sonhos,mas acreditem,que o tentei conter no máximo possível,não havendo no entanto mais pachorra,para tanto desacerto psicológico e estratégico,na procura dos momentos certos para se agir em função da conquista...
custcruz