Afinal a vida foi,é...e será sempre um desafio na sequência sólida de percorrer caminhos que se ajustem à reflexão equilibrada e tolerante, onde os projetos nunca acabem, e se definam cada vez mais naquilo que queremos ser, e não no que os outros querem que nós sejamos...
Perceber que refletir e concluir são atos que não podem estar confinados apenas ao reflexo daquilo que experimentamos sozinhos, ou obcecadamente vemos nos outros,caindo assim na tentação de criar verdades absolutas agarradas a pressupostos com falta de equilíbrio identificativo da nossa própria vontade...
Não podemos nem devemos querer para os outros aquilo que foram momentos nossos,e ajustados apenas e só para nós próprios...
Fazer crescer é educar e tentar ser amigo,é procurar limar com valores acrescentados os passos próprios de uma imaturidade pela qual quando jovens naturalmente passamos,e ou se está bem atento,ou então ficamos apenas por nossa conta,e isso pode ser muito perigoso...
Sinto sinceramente que os "meus" me olham com a admiração de quem foi livre de escolher o seu próprio caminho,com responsabilidade e dispensando cópias comportamentais,mas entendendo que a partir de uma "base experimentada" também podemos ramificar genuinamente o nosso próprio"eu"...
Só se vive uma vez,e tirar originalidade a um ser,é limitar as emoções que estavam reservadas para cada um,e isso eu penso que não é justo...

Custódio Cruz

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

800 EUROS de intimidação tipo Fascista,ou a Câmara Municipal da Figueira da Foz no seu melhor...



Câmara da Figueira,com processo interno inventado vergonhosamente,determina uma multa de 800 euros contra mim.

Com uma argumentação falsa como tudo o que o proporcionou,baralhada,inconsistente,e muito mais que repugnante,ainda assim vou tentar acreditar que seja mais que suficiente que esta realidade presente no documento,em sede dos tribunais civis faça acreditar que ainda haja justiça em Portugal.

Quem me ataca,quase toda a gente sabe,mas a seu tempo se desvendará a totalidade da quadrilha,e enquanto cada um de vocês se questiona da razão,adianto eu que se trata da mesma de sempre,perfeitamente identificada,e com histórico definido na diferença do que é gostar da FIGUEIRA DA FOZ como eu gosto,e defender os seus valores como eu defendo.

Estou a sofrer,não escondo,começo a ter vontade de responder instintivamente,mas Deus vai estar comigo,e vai me ajudar a consagrar mais uma vez "a estrela" de uma vitória que sempre me tem acompanhado,e assim me ilumina a consciência.
Outros também assim fossem,que sendo um pouco filósofos,como me tentam ridicularizar no tal documento final,e de certo as suas colunas não "tombariam" a espaços de vida,e muito menos até os seus passos se orientassem sem as suas vontades pessoais.
Se pensam que me vão calar,esperem pelas respostas,e estas serão bem elucidativas e adequadas a quem foi atacado de forma deliberada,cobarde,e com objetivos de aniquilação futura.
Os 800 euros?Para mim é mesmo muito,mas como sou de boas contas,e se tiver que ser,cá estarei para consumar o pagamento.
Até lá...vou provar a mim mesmo que sou muito forte.