Afinal a vida foi,é...e será sempre um desafio na sequência sólida de percorrer caminhos que se ajustem à reflexão equilibrada e tolerante, onde os projetos nunca acabem, e se definam cada vez mais naquilo que queremos ser, e não no que os outros querem que nós sejamos...
Perceber que refletir e concluir são atos que não podem estar confinados apenas ao reflexo daquilo que experimentamos sozinhos, ou obcecadamente vemos nos outros,caindo assim na tentação de criar verdades absolutas agarradas a pressupostos com falta de equilíbrio identificativo da nossa própria vontade...
Não podemos nem devemos querer para os outros aquilo que foram momentos nossos,e ajustados apenas e só para nós próprios...
Fazer crescer é educar e tentar ser amigo,é procurar limar com valores acrescentados os passos próprios de uma imaturidade pela qual quando jovens naturalmente passamos,e ou se está bem atento,ou então ficamos apenas por nossa conta,e isso pode ser muito perigoso...
Sinto sinceramente que os "meus" me olham com a admiração de quem foi livre de escolher o seu próprio caminho,com responsabilidade e dispensando cópias comportamentais,mas entendendo que a partir de uma "base experimentada" também podemos ramificar genuinamente o nosso próprio"eu"...
Só se vive uma vez,e tirar originalidade a um ser,é limitar as emoções que estavam reservadas para cada um,e isso eu penso que não é justo...

Custódio Cruz

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

terça-feira, 29 de junho de 2010

Mas quem me manda a mim mandar "palpites" daquilo que não percebo nada!...


Falhei!...
Tanto que eu gostava de perceber de futebol...mas por mais que me esforce cada vez mais vejo que andei enganado quase uma vida inteira...
Falho sempre...e é por isso que nunca acerto no euromilhões...
Pois!...mas agora é que eu me estou a lembrar...também nunca jogo...
É que tudo parecia no bom caminho...
Ela era a melhor defesa...
Nós tínhamos aquele fenomenal jogador que com as suas teorias de "ketechup"... tem a certeza das boas apostas no BES...
Nós tínhamos aquela "arma secreta"para dar moral e espírito de equipa à selecção nacional ou seja esse tal Beco...quer dizer...Deco...
E afinal de contas...até já tínhamos dobrado o "cabo das tormentas" há muito...e por isso mesmo ele era isso sim... o "cabo da boa esperança"...
A confiança era total...
A Espanha estava a jogar mal,triste e sem norte...
Pois é!...
Já tinhamos dobrado o cabo das tormentas...
Mas em abono da verdade...os estados de espírito foram distintos pelos protagonistas
de então... e de agora...
Então àquele "malfadado cabo"...reagimos com cautela e respeito... e só lhe chamámos "de boa esperança" só depois de o ter passado...
Naquele tempo um mestre de embarcação era mesmo chefe e verdadeiro líder...e mentalizava os seus marinheiros com uma liderança forte...de forma a que nenhum vacilá-se no momento das investidas...e por isso mesmo não os deixava ir ás conferências de imprensa dizer baboseiras...
Há pois...onde está a minha cabeça...naquele tempo não havia...
E mais ainda!..
Só tinham dois destinos possíveis...ou perder e morrerem todos em conjunto...
Ou ganharem...e vencerem todos como uma equipa...
Só tinham um único estado de alma...honrar uma Nação...e erguer Portugal!...
Vejam bem!..
Outros exemplos tivemos no futebol...em que não soubemos lidar com a confiança...
Fomos á Alemanha vencer com aquele "Golo enganado" do Carlos Manuel...depois fomos á "Fase Final"no México...e vieram ao de cima as debilidades disciplinares de uma equipa que não era equipa...
Fomos á Coreia com o seleccionador "Oliveirinha"...e caímos de cabeça para baixo por falta de unidade colectiva...
Ao invés e no meio da confusão...fomos a França com 3 treinadores (Cabrita,Morais e Tony)...e íamos ganhando um Campeonato Europeu...
Os de agora empataram o primeiro jogo...e foram a correr à "conferência de imprensa" dizer que o Queiroz estava equivocado com as suas estratégias...
Depois deram sete aos coreanos...e passaram a ser a melhor equipa do Mundial!...isto tudo dito só pelas próprias bocas lusas...
Enquanto isto...por exemplo o Brasil...refugiou-se num silêncio estratégico depois do empate com Portugal... e deu três ao Chile... e já lá está nas meias finais...
Empatar com o Brasil foi suficiente para fazer óó... e adormecer ao som de um fado que nos transporta quase sempre para um destino mais ou menos sempre igual...e sempre que temos na mão...quer dizer no pé...algum favoritismo...
E este favoritismo...só se pode contrariar com um bom Psicólogo(líder)...baseando a sua acção como já disse numa liderança forte e convicta...
Lá estou eu a mandar palpites... antes e depois do jogo...e o pior é que nunca acerto...
Daqui a quatro anos há mais!..
Viva a selecção caragooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo