Afinal a vida foi,é...e será sempre um desafio na sequência sólida de percorrer caminhos que se ajustem à reflexão equilibrada e tolerante, onde os projetos nunca acabem, e se definam cada vez mais naquilo que queremos ser, e não no que os outros querem que nós sejamos...
Perceber que refletir e concluir são atos que não podem estar confinados apenas ao reflexo daquilo que experimentamos sozinhos, ou obcecadamente vemos nos outros,caindo assim na tentação de criar verdades absolutas agarradas a pressupostos com falta de equilíbrio identificativo da nossa própria vontade...
Não podemos nem devemos querer para os outros aquilo que foram momentos nossos,e ajustados apenas e só para nós próprios...
Fazer crescer é educar e tentar ser amigo,é procurar limar com valores acrescentados os passos próprios de uma imaturidade pela qual quando jovens naturalmente passamos,e ou se está bem atento,ou então ficamos apenas por nossa conta,e isso pode ser muito perigoso...
Sinto sinceramente que os "meus" me olham com a admiração de quem foi livre de escolher o seu próprio caminho,com responsabilidade e dispensando cópias comportamentais,mas entendendo que a partir de uma "base experimentada" também podemos ramificar genuinamente o nosso próprio"eu"...
Só se vive uma vez,e tirar originalidade a um ser,é limitar as emoções que estavam reservadas para cada um,e isso eu penso que não é justo...

Custódio Cruz

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Sporting uma opção da alma...,



Mais do que estar triste...é mudar.
Não é de certo ficar á espera de um brinde para reduzir a desvantagem,e até ali ser completamente dominado pela melhor organização tática e mental dos alemães,a quem se deram espaços em zonas de concretização,por clara falta de atitude e consciencialização estratégica no confronto do um para um,e ainda no processar dos desdobramentos ofensivos onde a sincronia de movimentos não foi capaz de fazer florescer alternativas e apoios a cruzamentos ou assistências nos lançamentos de ataque,e assim,nunca por nunca e deste modo se pode sonhar com o que quer que seja...
Sim,no futebol,como na vida,os milagres(sorte) continuam a insinuar-se como alternativa à aselhice e falta de inspiração,e logo a seguir "ao bolo rei" oferecido fora de tempo pascal,Dost,até rematou bem,e com um bom cabeceamento,quase colocava a cereja no topo,e lançava Jorge de Jesus para a conferencia de imprensa,a reafirmar que a equipa nem precisa dele no banco,para ser boa,pois é treinada por ele.
Então agora que corrija o que todos viram,que se inspire para uma palestra que finalmente dê ao nosso Sporting uma atitude mais homogénea durante os 90 minutos,que esta seja mais agressiva,mais alegre e empreendedora como o foi depois de "terem resolvido" correr mais,de recuperar no terreno e desenhar aquela diagonal estratégica que acompanha a bola e as ações dos adversários,não dando os tais espaços em zonas nevrálgicas do terreno,e atacando "com tudo" em cada movimento ofensivo dos adversários.
Sendo assim,tenho muito pouco para acrescentar,o Borussia de Dortmund venceu bem,porque foi melhor na maior parte do tempo,a arbitragem foi impecável,e a fazer inveja a qualquer "apito dourado" que por aí ande no Futebol...
Afinal,um apito que todos desejam de jogo a jogo,mas antes disso tem que se justificar a presença nas incidências.
E mais não digo,porque...pois é isso...