Afinal a vida foi,é...e será sempre um desafio na sequência sólida de percorrer caminhos que se ajustem à reflexão equilibrada e tolerante, onde os projetos nunca acabem, e se definam cada vez mais naquilo que queremos ser, e não no que os outros querem que nós sejamos...
Perceber que refletir e concluir são atos que não podem estar confinados apenas ao reflexo daquilo que experimentamos sozinhos, ou obcecadamente vemos nos outros,caindo assim na tentação de criar verdades absolutas agarradas a pressupostos com falta de equilíbrio identificativo da nossa própria vontade...
Não podemos nem devemos querer para os outros aquilo que foram momentos nossos,e ajustados apenas e só para nós próprios...
Fazer crescer é educar e tentar ser amigo,é procurar limar com valores acrescentados os passos próprios de uma imaturidade pela qual quando jovens naturalmente passamos,e ou se está bem atento,ou então ficamos apenas por nossa conta,e isso pode ser muito perigoso...
Sinto sinceramente que os "meus" me olham com a admiração de quem foi livre de escolher o seu próprio caminho,com responsabilidade e dispensando cópias comportamentais,mas entendendo que a partir de uma "base experimentada" também podemos ramificar genuinamente o nosso próprio"eu"...
Só se vive uma vez,e tirar originalidade a um ser,é limitar as emoções que estavam reservadas para cada um,e isso eu penso que não é justo...

Custódio Cruz

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Ó Drª Isabel Cardoso...como vamos tornar viável a requalificação do Mercado Engenheiro Silva?


O sufoco é mais que muito nas finanças locais...nota-se um pertinente esforço de contenção nas despesas...e eu que não percebo nada de economia mas governo a minha casa...ainda assim faço uma pergunta a mim mesmo...e quem sabe a alguém que me ajude a perceber aquilo que me parece muito óbvio...
Onde vai a Câmara arranjar os hipotéticos 20 %(!)...para além dos eventuais 3,8 milhões de euros concedidos pelos fundos Europeus para a requalificação do Mercado Engenheiro Silva da Figueira da Foz ?
Sim...porque fazendo um exercício comparativo ao valor total da obra efectuada pela SIMAB por exemplo no Mercado de Portimão...que atingiu perto de 4 milhões de euros...e num espaço mais pequeno do que o do nosso Mercado...e num tipo de reestruturação diferente do que aquela que se projecta para o Mercado Engenheiro Silva...algo para mim não bate certo...
Enfim...parece-me que temos no mínimo aqui algo pouco esclarecido para um leigo como eu...que só equaciona uma premissa base na governação do que quer que seja...
Quem não tem dinheiro não tem vícios...e quem ainda assim os quer ter...que mostre a sua capacidade de "engenharia financeira" para viabilizar aquilo que à primeira vista não tem sustento lógico...e muito menos matemático...
Bom...acredite Drª Isabel Cardoso que nada...mas mesmo nada me move contra a senhora...já me bastam os "ventos que semeio" por causa da minha ignorância e incompetência moral...e por isso mesmo só faço perguntas parvas como esta que agora aqui estou a lançar...
Olhe...foi por isso que deixei de fazer rádio,escrever crónicas para jornais e outro tipo de coisas...que só fazia por amor à causa...mas de facto reconheço agora que ninguém gostava de ouvir ou ler...só maçavam as pessoas e atestavam as minhas insuficiências de formação académica...que não me permitiram chegar por exemplo na vida a um qualquer doutoramento...
Mas sabe...os "menos dotados" também reflectem e fazem perguntas...e ainda assim porque lhe confiaram a eleição governativa...também merecem respostas...
Podem até as pessoas ser levadas a pensar que estou a ser sarcástico ou irónico neste modesto "post"...mas não...apenas estou a tentar agir com a responsabilidade e calculismo capaz de não me fazer cair no ridículo...
Mas caramba...se tenho dúvidas e o blog é nosso...porque não hei-de eu dizer estas baboseiras todas...e perguntar o que me apetecer ?
Afinal de contas eu sou um sonhador...e até penso que alguém me pode ajudar a perceber aquilo que não consigo atingir por mais esforço que possa executar...
Quem sabe!..
Gaita...sou "burro"...mas também tenho direito à vida!..