Afinal a vida foi,é...e será sempre um desafio na sequência sólida de percorrer caminhos que se ajustem à reflexão equilibrada e tolerante, onde os projetos nunca acabem, e se definam cada vez mais naquilo que queremos ser, e não no que os outros querem que nós sejamos...
Perceber que refletir e concluir são atos que não podem estar confinados apenas ao reflexo daquilo que experimentamos sozinhos, ou obcecadamente vemos nos outros,caindo assim na tentação de criar verdades absolutas agarradas a pressupostos com falta de equilíbrio identificativo da nossa própria vontade...
Não podemos nem devemos querer para os outros aquilo que foram momentos nossos,e ajustados apenas e só para nós próprios...
Fazer crescer é educar e tentar ser amigo,é procurar limar com valores acrescentados os passos próprios de uma imaturidade pela qual quando jovens naturalmente passamos,e ou se está bem atento,ou então ficamos apenas por nossa conta,e isso pode ser muito perigoso...
Sinto sinceramente que os "meus" me olham com a admiração de quem foi livre de escolher o seu próprio caminho,com responsabilidade e dispensando cópias comportamentais,mas entendendo que a partir de uma "base experimentada" também podemos ramificar genuinamente o nosso próprio"eu"...
Só se vive uma vez,e tirar originalidade a um ser,é limitar as emoções que estavam reservadas para cada um,e isso eu penso que não é justo...

Custódio Cruz

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

sábado, 28 de maio de 2016

Montemor-o Velho : Pressionar o ser humano...é esticar a corda da loucura...

MONTEMOR-O-VELHO
Homem mata pais e avó e suicida-se
06:59 - 27-05-2016 A BOLA .PT
Um indivíduo de 41 anos disparou fatalmente sobre o pai, de 70, a mãe, 64 anos, e a avó, de 91, em Montemor-o-Velho e de seguida suicidou-se.

Depois do alerta dado às autoridades pelas 21 horas, a GNR montou uma operação junto à casa onde estava Paulo da Cruz, que terminou depois às 5 da madrugada. A iluminação da via pública foi desligada e operacionais da GNR entraram na habitação, não sendo certo se o homem estava vivo ou morto. Cerca de 10 minutos depois, militares da GNR deixaram a habitação e foi confirmada a morte do alegado atirador.

O crime terá ocorrido, às 21 horas, em Faíscas, freguesia de Arazede, em Montemor-o-Velho, distrito de Coimbra, onde o homem viva com os pais depois de ter ter perdido o emprego no Luxemburgo.
Paulo Da Cruz agradeço a OGBL por tudo o k me fizeram... corruptos de primeira ordem... não aguentei mais... peço desculpa aos de mais... senti-me envergonhado e sem apoio... a pior situação de um ser humano... espero k a minha pseudo-filha a ajudem. as secretas da UE sao da pior especie!!!

  Isa Pinto (Amiga)

La leçon que j’en tire, c’est que si quelqu’un est calme (comme je l’ai t’ai toujours connu) il ne faut pas le « titiller » à outrance. Notre société est hélas construite sur des critères où la gentillesse est vue comme une faiblesse et pas comme un potentiel. Je comprends parfaitement qu’un excès de pressions puisse mener à un acte désespéré où on ne voit pas d’autre issue. Quoi qui t’ait tracassé, c’est fini maintenant… repose en paix, mon ami TGV. 

Tradução

  "Condenação" do assassino...ou reflexão pertinente?